A Importância do Desporto Escolar

Continuo a acreditar que em termos de propagação do vírus o risco será muitíssimo menor numa atividade física, praticada de forma regular, sistemática e organizada onde só se encontram pessoas que se sentem bem e revelam segurança e bem-estar.
Vivemos num momento em que poderemos caracterizar a sociedade em que estamos inseridos como egoísta, cada vez mais aterrorizada e com menos relações interpessoais. Ao pretendermos suspender e limitar a prática das atividades físicas desportivas mais se acentuarão estes aspetos negativos que em nada nos engrandecem como seres humanos.
Ao seguirmos estas orientações estamos a privar os nossos jovens de se tornarem melhores pessoas, de se habituarem a conviver com momentos de pressão, perceberem que no desporto, tal como na vida nada é garantido e que têm que se esforçar e empenhar para terem sucesso.
Os jovens andam todos os dias juntos, convivem uns com os outros, então por que razões estão agora proibidos ou limitados na sua prática desportiva?
Querer acabar ou limitar a prática desportiva, como medida preventiva anti-Covid é uma das maiores asneiras de que tenho memória tanto no aspeto pedagógico como intelectual.
A incerteza sobre o vírus e a incoerência aterrorizadora com que as instâncias superiores têm atuado em nada tem ajudado. Uma coisa é certa temos que aprender a viver com o vírus, correndo alguns riscos mas reduzi-los ao máximo deixando de nos tornarmos reféns dele.
Precisamos viver, sentir, ter paixão pela vida.
Vamos devolver o desporto escolar aos nossos alunos, vamos fazer do desporto um dos veículos essenciais para voltarmos a viver a felicidade do passado.
O grupo/equipa D. Sancho Rugby está preparado para contribuir para isso…

O Professor
Francisco Carvalho